panc

Você já ouviu falar nas PANC?

Essa linha é baseada nas Plantas Alimentícias não Convencionais, sigla criada pelo biólogo do Instituto Federal do Amazonas, Valdely Kinupp.

São plantas que não fazem parte da nossa rotina e muito menos se encontram no prato da maioria das pessoas, embora, algumas acham que este tipo de alimentação é somente para quem está passando por uma situação de vulnerabilidade social.

Mas não é verdade, pois são plantas com valor nutricional importante e, fontes de minerais e vitaminas.

PANC: confira algumas plantas alimentícias

Confira algumas plantas alimentícias que podem ser utilizadas:

Ora-pro-nóbis: essa é uma PANC muito conhecida pelos mineiros, que as utilizam em várias preparações. É rica em vitaminas A, B, C, rica em fibras, ferro e fósforo, fonte de mucilagem, e proteínas (cerca de 25% de sua composição). Apresenta também alguns aminoácidos essenciais, entre eles a lisina, fundamental no fortalecimento do sistema imunológico.

Taioba: ela também é muito conhecida pelos mineiros. Ela é rica em vitamina A, C e é boa fonte de ferro e potássio. É boa para quem sofre de anemia e prisão de ventre e é usada para preparar bolinhos, temperar caldos, sopas e refogados.

Dente-de-leão: conhecida por ser uma boa fonte de vitamina C, B6 e cálcio. As folhas novas podem ser consumidas cruas ou cozidas.

Vale ressaltar: não consuma plantas desconhecidas.

As PANCs são encontradas em feiras locais e por pequenos produtores.

Bom apetite!

Observação importante

Na dúvida se a planta é realmente comestível, não consuma. Só prove se tiver absoluta certeza de que está ingerindo a planta correta.

Mas, leitores, é importante ressaltar: não coma plantas desconhecidas.

As PANC são vendidas em feiras locais ou por pequenos produtores. Você pode conhecê-las dessa forma e ir reconhecendo o que pode ou não ser ingerido.

Confira alguns sites informativos a respeito:

Tudo Sobre PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais

O que são as PANC e como utilizar

 

2007-2017 © Kaiser Clínica. Todos os direitos reservados.

Urgência:        (17) 3014-3121